sábado, 28 de maio de 2016

“De Luciana me transformei em Negralu, não mudei apenas de nome e sim toda uma história...”

 Luciana Messias Amaral
Nome artistico: Negralu
Data de nascimento: 02/04/1980
Signo: ariano fogo
Namorandoooo...
Altura: 1,75cm
Peso: 79kg
Cidade: Rio de Janeiro/RJ
Bairro: Piedade
Orgulho: Meus filhos (LUIZ & CAUÃ)
Vitórias: Minha superação de vida
Escolas e blocos que desfilei e que irei desfilar:
- Este ano 2015/2016 não estarei à frente da ala de passista de minha querida
Caprichosos de Pilares, mas isto não significa que meu sangue deixou de ser AZUL,
e muito menos que não desfilarei em 2016
-Madrinha da Gres Arame de Ricardo, escola do grupo B
-Musa da Gres União de Jacarepaguá;
-Rainha de bateria da Banda da Freguesia
-Repórter comentarista do site Samba Geral;
-Rainha de bateria do bloco Joaquim Meier para o ano 2016
-Diretora da ala de passsitas da Gres Arrastão de Cascadura
-Assessora de produção e eventos
Frase: “De Luciana me transformei em Negralu, não mudei apenas de nome e
sim toda uma história...”
Sempre fui uma criança muito amada pelos meus pais, um policial e uma
enfermeira que amavam incondicionalmente a filha que geraram.
Mas infelizmente a vida não foi tão boa comigo, os 8 anos perdi meu pai, com um
tiro na cabeça e 10 anos depois perdi minha mãe vítima de depressão e câncer. Aí
tudo mudou, eu nesta época (1998) já com 18 anos anos e 1 filho, acabei me
casando para tentar sanar a dor do trauma sofrido. Por alguns anos até que fui feliz
no casamento, vivia somente para minha casa.
Depois de algum tempo sentia que algo faltava dentro de mim, eu não trabalhava,
só engordava, meu marido já não era tão família, odiava samba...enfim!
Mas acho que somente acordei pra vida quando escutei durante 30 minutos uma
traição de meu marido de um celular que eu mesma dei de presente a ele.
Ah! Meus amores foi o que faltava pra eu acordar pra vida!!!
Voltei a estudar, consegui um emprego de técnica de enfermagem, comecei a fazer
atividades físicas, acompanhada de um tratamento de uma endocrinologista. Ainda
casada, engravidei novamente (2005), mas as coisas já haviam mudado, eu já me
amava!!!
Foi então que resolvi me separar, chega né!!!
Guerra e luta parte 2! Meu ex não aceitava minha separação, até porque já havia
emagrecido 40 quilos , ou seja eu pesava 120 quilos, e meus amores eu já estava
gata!
Separei-me, tudo foi muito difícil minha família dizia, “não aceitamos mulheres
separadas”. Então mas uma vez fiquei depressiva, mas não desisti de lutar.
Mesmo detestando samba, fui convida por um amigo a conhecer a quadra da GRES
CAPRICHOSOS DE PILARES, no começo não entendia nada, o barulho me
incomodava, sinceramente eu detestava! Aos poucos fui me acostumando, e fui
convidada em 2009 para desfilar de destaque num carro na Caprichosos.
Desde então não parei mais.
Entrei pra ala de passista da escola ( 2011), fui musa de blog carnavalesco, fui
eleita a PASSISTA MAIS GLAMUROSA DO BRASIL, e virei capa do 1° calendário
carnavalesco vendido em bancas no mundo inteiro.
Virei aplicativo de celular, desfilei em várias outras escolas, como Acadêmicos da
Abolição, acadêmicos do Sossego, Acadêmicos do Cubango, virei Madrinha da Gres
Arame de Ricardo e musa na União de Jacarepaguá.
Participei de programas de tv contando minha história, Amor & sexo com
Fernanda Lima da globo, Programa Stadium em canal de tv aberta.
Fui gata do jornal meio hora por mais de 8 vezes, fui glamorosa do jornal
expresso. Dei entrevistas para o jornal Extra, SRZD, Carnavalesco, G1.com
entre outros.... Fiz clipes em DVD de funk e pagode...
Nossa quem diria? E não parei não, fui presenteada por meu amigo e assessor
Alexandre Valle com “Samba de Negralu”, que fala sobre superação e conta toda
minha história.
Trecho: -QUEM É QUE CHEGA MOSTRANDO ATIDUDE, LINDA NEGRA
NEGRITUDE, QUE FAZ MINHA ALMA SONHA, NEGÂ...
Hoje posso dizer que sou imensamente feliz e sei que Deus ainda está preparando
um banquete especial para mim, pois creio que tudo que aconteceu foi porque ele
quis!
E hoje meu sonho é continuar a estudar, mostrar a todos que podemos sim
acreditar em sonhos e realiza-los...
#DeVerdade!

 “De Luciana me transformei em Negralu, não mudei apenas de nome e sim toda uma história...”