quarta-feira, 13 de abril de 2016

Cláudia Portella, 33 anos, Modelo Plus Size, cabeleireira... Bom, tudo começou quando fui achada em um salão de beleza por uma colega hj. Passei na agência que ela me indicou, fiz cursos e um trabalho. Comecei a não me sentir bem, mesmo todos dizendo que eu era bonita. Entrei em uma depressão e depois de alguns meses não consegui mais fazer nada e nem participar do miss Plus size Carioca de 2013, q aliás já havia  pago. E assim foram meses em depressão...
Fiz os tratamentos, como até  hoje faço. Em Outubro de  2014 resolvi fazer um novo book e voltei confiante e linda; no mês  seguinte participei do miss Plus Size Carioca do percursor Eduardo Araújo. Fiquei em quarto lugar em 2014 e de lá pra cá foram SÓ VITÓRIAS. Ano passado participei do A Mais Bela Gordinha do RJ da organizadora Claudia Ferreira e fui vice campeã.
Depois da faixa vieram muitas outras coisas boas, mas não só pela faixa, aprendi que eu sou uma ótima profissional; aprendi a valorizar minha beleza.
Depois disso passei numa seletiva de uma revista profissional e fiquei por um certo tempo. Logo após, veio o concurso top model Brasil Argentina e eu entrei entre as sete mulheres mais lindas! Vamos para Argentina esse ano a trabalho... e mais um ano participei do miss Plus size Carioca 2015.
Fiz alguns trabalhos, mas hoje estou muito feliz por ter sido convidada por uma loja Plus famosa conhecida a nível nacional e representando o RJ. Hoje me sinto feliz e quase realizada... JÁ fiz TV, capa de jornal... Mas preciso me ver em um outdoor e contar minha experiência na TV.
Pois hoje sou vitoriosa,  mas foram exatamente nove meses no fundo do poço pela depressão. Estou levando essa história para as pessoas, pois muitas meninas tem o mesmo sentimento. Ah, agora dia 15 de abril repasso a faixa de vice campeã no centro nordestino(Feira dos Paraíbas). 

Pra você que não se acha capaz e linda... Você pode tudo, basta querer, vai para a frente do espelho e diga: eu sou linda! Eu sou capaz!